• O Grupo de Investigação do Cancro Digestivo (GICD), membro do Pancreatic Cancer Europe, alerta que é preciso fazer mais para poder mudar o futuro daqueles que são diagnosticados com cancro do pâncreas. O presidente do GICD, Dr. Hélder Mansinho, aponta para a necessidade da melhoria da estratégia nacional face ao cancro do pâncreas e uma maior aposta no diagnóstico precoce e na informação dos profissionais de saúde e da população. Para fazer passar a mensagem, o Cristo Rei, em Lisboa, foi, a 15 de novembro, iluminado de roxo, para assinalar o Dia Mundial do Cancro do Pâncreas.

  • Entre os dias 3 e 7 de dezembro vai decorrer, no IPO do Porto, a Semana Oncológica de Tumores Cutâneos, organizada pela Associação para o Desenvolvimento da Oncologia Cirúrgica (ADOC). Esta é já uma tradição que marca a agenda formativa dos jovens profissionais, na área dos tumores cutâneos.

  • Coimbra será o palco da 15.ª edição do Congresso Nacional de Oncologia, que se realiza de 22 a 24 de novembro, no Hotel Vila Galé, e onde são esperados mais de 600 profissionais de saúde. Sob o mote “Conduzir o Progresso, Estabelecer Prioridades”, o Congresso vai contar com um programa diversificado, onde se podem encontrar temas como sustentabilidade, dados e registos em Oncologia, resultados na perspetiva dos doentes e os desafios colocados no acompanhamento de sobreviventes. Nas palavras do Dr. Paulo Cortes, presidente da Sociedade Portuguesa de Oncologia (SPO), “é fundamental saber acompanhar as repercussões da doença, em todos os níveis do sistema, ou seja, científico, formativo, social e político”.

PUB

Newsletter

Receba a nossa newsletter.

APOIOS:
.......................

BMSMerckMSDPfizerRocheTakeda Oncology