Entrevistas

O My Oncologia deslocou-se ao Instituto de Patologia e Imunologia Molecular da Universidade do Porto (IPATIMUP) para entrevistar o Prof. Doutor José Luís Costa, investigador pioneiro em Portugal na área das biópsias líquidas. O cientista partilhou as aplicações clínicas atuais da biópsia líquida realizadas no IPATIMUP Diagnósticos, um centro que presta serviços de excelência em patologia cirúrgica, citopatologia, patologia molecular e genética forense a fim de promover a melhoria da qualidade de vida da população, realizando diagnósticos corretos. O especialista avança ainda os projetos de investigação que tem em desenvolvimento e que visam maximizar o potencial desta técnica.

A Sociedade Portuguesa de Oncologia (SPO) promoveu, entre 19 e 21 de setembro, a 1.ª edição do curso “O que o oncologista deve saber, para além do tratamento sistémico”, que teve lugar no Luso. O My Oncologia esteve presente na formação e falou com os responsáveis pela coordenação do curso, Prof. Doutor Miguel AbreuDr.ª Susana Sousa, que destacam a irreverência da formação, cujo limite máximo de participantes foi alcançado, e com duas participantes que deixam a sua opinião quanto ao Curso. Assista ao vídeo das entrevistas. 

Com o objetivo de consciencializar a população para a problemática do cancro de cabeça e pescoço e melhorar os resultados clínicos alcançados pelos doentes, a European Head and Neck Society (EHNS) criou a campanha Make Sense, que este ano assinalou a sua 6.ª edição entre os dias 17 e 21 de setembro. No âmbito da iniciativa, a Dr.ª Ana Joaquim, médica oncologista e membro do Grupo de Estudos de Cancro de Cabeça e Pescoço (GECCP), explica ao My Oncologia o trabalho que tem sido desenvolvido nesta área pelo GECCP, destacando o importante "trabalho junto dos decisores políticos" e dos clínicos, além do incentivo à investigação.

A primeira biópsia líquida foi aprovada em 2016, mas qual o potencial desta técnica inovadora na prática clínica? Os Drs. Carlos Quintana e Rui Dinis, diretores do serviço de Anatomia Patológica e do serviço de Oncologia Médica, respetivamente, do Hospital Espírito Santo – Évora, esclarecem a questão e partilham os projetos de investigação e implementação da técnica no hospital, em entrevista ao My Oncologia.

Encontram-se abertas, até ao dia 31 de outubro, as candidaturas para a 3.ª edição do Prémio Rui Osório de Castro/Millennium bcp, uma iniciativa conjunta da Fundação Rui Osório de Castro (FROC) e da Fundação Millennium bcp, que visa atribuir o montante de 15.000 euros a um projeto inovador na área da Oncologia pediátrica, a primeira causa de morte não acidental na população infantojuvenil. Para perceber melhor no que consiste esta iniciativa, o My Oncologia conversou com a Dr.ª Cristina Potier, diretora-geral da FROC, que desafia todos os interessados a “aproveitarem esta oportunidade”.

Para uma atualização do estado da arte do cancro de cabeça e pescoço, o My Oncologia contou com a colaboração de especialistas da Clínica de Cabeça e Pescoço do IPO-Porto, uma “estrutura de ambulatório centralizada no doente, onde as várias especialidades envolvidas no seu tratamento e reabilitação desenvolvem o seu papel”. Em entrevista, o Dr. Jorge Guimarães, coordenador da Clínica, e as Dr.ªs Cláudia Araújo e Cláudia Vieira, oncologistas cirúrgica e médica, respetivamente, do IPO-Porto, sublinham a importância de lutar por “um diagnóstico e tratamento precoces, que poderão melhorar as taxas de sucesso”.

Pág. 8 de 29

PUB

Planning

Onco Planning

Newsletter

Receba a nossa newsletter.

APOIOS:
.......................

BMSMerckMSDPfizerRocheTakeda Oncology