sábado, 13 outubro 2018 11:52

Rastreio do cancro da mama: “é preciso compatibilizar vantagens e riscos”

Na manhã do último dia do X Congresso Nacional de Senologia, o Dr. Vítor Rodrigues destacou a importância do rastreio no diagnóstico precoce do cancro da mama. Em entrevista ao My Oncologia, o representante do Núcleo Regional do Centro da Liga Portuguesa Contra o Cancro fala dos riscos e benefícios deste procedimento. Assista ao vídeo da entrevista.

O rastreio garante um nível de "equidade social e meios de diagnóstico a determinadas populações com alguma dificuldade em recorrer a este tipo de equipamentos", explica o também professor na Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra. A realização de rastreios tem ainda mostrado eficácia na diminuição da mortalidade por cancro da mama, bem como "uma maior capacidade atempada de diagnóstico" e um impacto positivo na qualidade de vida das doentes. 

No que diz respeito aos riscos associados a este rastreio, na opinião do especialista estão sobretudos relacionados com "defeitos, desvios e erros em termos de diagnóstico", dando como exemplo os falsos negativos. Por outro lado, o Dr. Vítor Rodrigues considera que, em alguns casos, podem estar a ser realizadas "intervenções de diagnóstico e terapêuticas que, a priori, não seriam necessárias".

 

Vídeo

PUB

Planning

Onco Planning

Newsletter

Receba a nossa newsletter.

APOIOS:
.......................

BMSMerckMSDPfizerRocheTakeda Oncology