segunda, 05 novembro 2018 11:55

1st Update in Oncology Nursing vai partilhar inovações no acompanhamento e abordagem à pessoa com cancro

No âmbito da sua participação no Congresso da ESMO 2018 e enquanto coordenadora do 1st Update in Oncology Nursing, uma coorganização da Academia CUF, o My Oncologia falou com a Enf.ª Sara Parreira, do Hospital CUF Infante Santo e do Instituto de Oncologia da CUF. O 1st Update in Oncology Nursing será um congresso científico de Enfermagem Oncológica e acontece dia 17 de novembro, no Auditório do Centro do Conhecimento do Hospital CUF Descobertas. Depois do Congresso da Sociedade Europeia de Enfermagem Oncológica (EONS), o evento tem por objetivo trazer as últimas inovações no acompanhamento e abordagem à pessoa com cancro, bem como salientar o papel central da Enfermagem Oncológica no percurso do doente e na equipa multidisciplinar.

My Oncologia (MO) | Esteve recentemente a participar no Congresso da ESMO 2018. Que temas estiveram em destaque?

Enf.ª Sara Parreira (SP) | O Congresso da ESMO esteve, este ano, sobre a alçada da temática "Assegurar o acesso a cuidados oncológicos otimizados" e abordou inúmeros temas, que atravessam todo o processo da doença oncológica, desde a prevenção, até às últimas inovações no diagnóstico e tratamento dos vários tipos de cancro (ao abrigo da atual era da "medicina personalizada"), passando pela necessidade da inclusão das pessoas com doença oncológica no centro dos cuidados (daí a presença de inúmeras associações que representam pessoas com cancro) e, também, da integração de outras disciplinas da saúde nas equipas multidisciplinares, como é o caso da Enfermagem Oncológica. Por isso, e pela primeira vez, a EONS juntou-se em parceria com a ESMO e realizou o seu congresso, que se focou em temas como segurança e qualidade dos cuidados oncológicos, controlo sintomático, investigação em Enfermagem Oncológica, liderança e novos papéis do enfermeiro oncologista.

MO | Qual é a mais-valia de um evento internacional como o da ESMO?

SP | Para além da possibilidade de ficar a par das mais recentes inovações no tratamento do cancro, este evento permite a partilha de experiências entre colegas de todo o mundo, dando a oportunidade de trazer para Portugal as melhores práticas que se fazem lá fora e, também, de partilhar as nossas.

MO | Enquanto coordenadora do primeiro congresso científico de Enfermagem Oncológica, organizado pelo Instituto de Oncologia da CUF, em conjunto com a Academia CUF, o que nos pode adiantar acerca deste evento?

SP | O 1st Update in Oncology Nursing tem, precisamente, o objetivo de partilhar as últimas inovações no acompanhamento e abordagem à pessoa com cancro, bem como salientar o papel fundamental da Enfermagem Oncológica no percurso da pessoa com doença oncológica e na equipa multidisciplinar. Desta forma, irá realizar-se logo após os congressos ESMO/EONS.

MO | Qual é a importância da Enfermagem Oncológica no percurso do doente e na equipa multidisciplinar? 

SP | O projeto "Recognising European Cancer Nursing", da EONS, está a demonstrar resultados interessantes, que associam a prática de Enfermagem especializada a melhores resultados na segurança e qualidade dos cuidados prestados às pessoas com cancro. A atual especificidade e complexidade da área oncológica requer cada vez mais especialização e o papel da Enfermagem é de extrema relevância no sucesso e na forma como as pessoas com doença oncológica e os seus cuidadores experienciam a doença.

MO | Além de trazer para o debate as últimas inovações no acompanhamento e abordagem à pessoa com cancro, que outros temas podem encontrar os participantes?

SP | O evento tem por base quatro pilares fundamentais, à semelhança daquilo que pretendemos no Instituto de Oncologia da CUF: Inovação, Conhecimento especializado, Excelência e Liderança. Competências de comunicação, cuidados paliativos na pessoa com doença oncológica avançada e o papel do enfermeiro coordenador de cuidados de Oncologia (que integra os conceitos de enfermeiro especialista em Oncologia e oncology nurse navigator) são alguns dos temas que posso realçar. Teremos, também, a presença de um dos presidentes da EONS, Prof. Doutor Daniel Kelly, que nos irá falar do projeto Europeu para o Reconhecimento da Enfermagem Oncológica e do novo modelo educacional para formar enfermeiros especialistas em Oncologia.

MO | Por que razão devem os enfermeiros participar neste congresso?

SP | Pretendemos, acima de tudo, proporcionar conhecimento aos enfermeiros que trabalham com pessoas com cancro e, também, permitir a partilha de boas práticas que assegurem a contínua melhoria dos cuidados de Enfermagem prestados no nosso país. É importante salientar que este evento é gratuito, mas que carece de inscrição.

Mais informações aqui.

PUB

Planning

Onco Planning

Newsletter

Receba a nossa newsletter.

APOIOS:
.......................

BMSMerckMSDPfizerRocheTakeda Oncology