terça, 11 dezembro 2018 16:17

Qual o papel da Genética Médica nos tumores cutâneos?

“O papel da Genética Médica nos tumores cutâneos” esteve em discussão durante a Semana Oncológica Tumores Cutâneos do IPO Porto 2018, na responsabilidade do Prof. Doutor Manuel Teixeira. Em entrevista ao My Oncologia, o especialista do Serviço de Genética do hospital explicou quais os fatores a ter em conta aquando da análise genética de cancro, sublinhando que esta é “uma área em constante evolução”. Assista ao vídeo.

 

Primeiro que tudo, o especialista considera que é importante perceber se existe ou não uma “predisposição para melanoma e quais os critérios que devem fazer um especialista penar que pode existir um risco familiar, para que possa ser feito um teste genético”.

Além disso, é essencial fazer a “análise dos tumores, por um lado para decidir qual a melhor terapia para aquele doente e, por outro lado, para monitorizar a resposta terapêutica ao longo do tempo”.

O processo foi explicado pelo Prof. Doutor Manuel Teixeira, que assegurou que “a formação regular é importantíssima para que os novos conhecimentos passem para a prática clínica de uma maneira disseminada pelos vários hospitais, e não só nos centros de referência”.

 

Vídeo

PUB

Planning

Onco Planning

Newsletter

Receba a nossa newsletter.

APOIOS:
.......................

BMSMerckMSDPfizerRocheTakeda Oncology