terça, 11 abril 2017 10:30

MSD proporciona lecture tour com uma das principais investigadoras do estudo KEYNOTE-024

Nos dias 4 e 5 de abril, a MSD trouxe às cidades de Lisboa e do Porto uma das principais investigadoras do estudo KEYNOTE‐024, o ensaio clínico que analisou a eficácia de pembrolizumab em monoterapia vs quimioterapia e que esteve na base da recente aprovação de pembrolizumab em primeira linha de tratamento do carcinoma do pulmão células não pequenas avançado (CPCNP).

A Dr.ª Maya Gottfried é atualmente diretora do Serviço de Oncologia do Instituto Medical Center em Kfar Saba, Israel e professora sénior na Universidade de Tel Aviv. É ainda membro do corpo docente da Sociedade Europeia de Oncologia e da Associação Internacional para o Estudo do Cancro do Pulmão e autora de mais de 30 trabalhos científicos e publicações.

A palestra “NSCLC - Bringing Immunotherapy into 1st line treatment”, orquestrada pela especialista de Israel, teve a presença de mais de 100 profissionais de saúde, entre os quais peritos das especialidades de Oncologia Médica, Pneumologia, Anatomia Patológica e Farmácia Hospitalar.

No início deste ano, a Comissão Europeia (CE) aprovou pembrolizumab em primeira linha para o tratamento de carcinoma do pulmão de células não-pequenas (CPCNP) metastático cujos tumores expressam PD-L1 com TPS ≥ 50% (sem mutações tumorais positivas EGFR ou ALK) somando à indicação de segunda linha, para o tratamento do CPCNP localmente avançado ou metastático com um TPS ≥ 1% e que receberam pelo menos um esquema de tratamento prévio com quimioterapia (doentes com mutações tumorais positivas EGFR ou ALK devem também ter recebido terapêutica alvo).

A Dr.ª Maya Gottfried destacou os avanços terapêuticos recentes relativamente ao tratamento do CPCNP, evidenciando os principais ensaios de segunda linha de tratamento com a imunoterapia, referindo os principais estudos nesta área, CHECKMATE-017 e 057 e o KEYNOTE-010, reforçando a importância da expressão do PD-L1 como biomarcador preditivo para a imunoterapia, sendo o seu valor preditivo independente das linhas de tratamento ou da histologia.

Na segunda linha de tratamento, reforçou os dados de eficácia, nomeadamente as taxas de sobrevivência global (SG) estatisticamente superiores às obtidas com docetaxel, assim como focou as taxas de resposta e a durabilidade da resposta no braço da imunoterapia.

No KEYNOTE-010, a sobrevivência global atingiu 37% na população de doentes com PD-L1 ≥ 1%, e 46% na população com PD-L1 ≥ 50%. Também na resposta objetiva, o PD-L1 foi preditivo de resposta com aumento da resposta face ao aumento da expressão de PD-L1. Relativamente à segurança, a imunoterapia tem sido consistente no seu perfil de segurança com prevalência de efeitos adversos (totais) inferior no braço da imunoterapia.

MSD2

A especialista apresentou os resultados dos estudos disponíveis em primeira linha de tratamento, reforçando e destacando os dados obtidos no KEYNOTE-024 que permitiram o avanço no tratamento do cancro do pulmão avançado, devido à redução de risco de progressão de doença em 50% e redução de risco de morte de 40% com pembrolizumab em monoterapia vs quimioterapia à escolha do investigador, em doentes que expressam PD-L1 ≥ 50%

O KEYNOTE-024 foi um estudo positivo na população fortemente expressora de PD-L1, demonstrando 70% de sobrevivência livre de progressão (SLP) e 48% de SG ao fim de 1 ano, no braço do pembrolizumab, com diferença estatisticamente significativa.

Os dados de eficácia e segurança deste ensaio permitiram modificar o paradigma do tratamento em 1.ª linha do cancro do pulmão não pequenas células (população com expressão elevada de PD-L1), devido à superioridade e eficácia disruptiva comparativamente ao tratamento de quimioterapia convencional.

A Dr.ª Maya Gottfried finalizou a sua palestra apresentando novos ensaios que abordam associações de imunoterapia, imunoterapia com quimioterapia ou imunoterapia com terapêutica dirigida, que poderão beneficiar os doentes com baixa expressão ou sem expressão de PD-L1.

PUB

Planning

Onco Planning

Newsletter

Receba a nossa newsletter.

APOIOS:
.......................

BMSMerckMSDPfizerRocheTakeda Oncology