terça, 17 abril 2018 10:37

Celgene lança bolsa de financiamento a projetos dirigidos a doenças oncológicas, crónicas e debilitantes

A biofarmacêutica Celgene lança a Bolsa 2018, no valor de 10 mil euros, para novos projetos centrados nas pessoas com doenças oncológicas e nas doenças crónicas ou debilitantes do foro reumático e do sistema nervoso. A iniciativa visa financiar projetos que apresentem soluções inovadoras para as necessidades não clínicas dos doentes e dos seus cuidadores. A Bolsa Celgene 2018 está integrada no Change Makers, o programa internacional de responsabilidade social da companhia.

Esta iniciativa pretende dinamizar e contribuir para o surgimento de novas ideias nas áreas da disponibilização e prestação de cuidados de saúde e que estes estejam cada vez mais centrados nas necessidades dos doentes e seus cuidadores.

A Prof.ª Doutora Helena Canhão, membro da Comissão de Acompanhamento desta iniciativa e vice-presidente da Sociedade Portuguesa de Reumatologia, refere que “há estudos que demonstram que metade dos portugueses sofre de, pelo menos, uma doença reumática, que são doenças crónicas, e que tal como acontece com o cancro e com algumas doenças do sistema nervoso, são condições que influenciam negativamente a qualidade de vida, não só de quem é diagnosticado, mas também de quem assume um papel importante no apoio e acompanhamento dos doentes. O impacto da doença pode sentir-se ao nível da incapacidade funcional e laboral e pode trazer repercussões socioeconómicas. Neste sentido é muito importante que se encontrem novas soluções de autogestão da doença, possibilitando uma melhor qualidade de vida. É por isso que projetos como a Bolsa Celgene são muito importantes para o desenvolvimento de novas opções adaptadas a estas patologias”.

Os novos projetos devem possibilitar um maior entendimento do ambiente social e cultural das pessoas envolvidas com a doença, da experiência de vida, crenças, expectativas, atitude perante a doença, incapacidade e perda de autonomia. Todas estas dimensões têm influência na forma como a pessoa e o cuidador percecionam e aceitam a doença e aderem às estratégias de intervenção terapêutica.

As candidaturas devem ser submetidas entre 15 de maio e 15 de junho e dirigem-se a instituições portuguesas sem fins lucrativos como associações de doentes, sociedades científicas e profissionais e outras entidades coletivas. A candidatura é efetuada através do envio do formulário de candidatura à Bolsa Celgene 2018, através do endereço eletrónico Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar..

“Na Celgene reconhecemos o valor de iniciativas que têm como principal aposta as pessoas. O envelhecimento da população faz com que as doenças tenham cada vez mais impacto nas vidas das pessoas, especialmente as doenças crónicas e debilitantes. O desenvolvimento da Bolsa Celgene, incluída nas várias iniciativas que temos promovido dentro dos Prémios Celgene, pretendem possibilitar mais uma oportunidade de resposta aos desafios de saúde pública que enfrentamos”, esclarece a Dr.ª Isabel Boaventura, diretora médica da Celgene Portugal.

Mais informações disponíveis aqui.

PUB

Planning

Onco Planning

Newsletter

Receba a nossa newsletter.

APOIOS:
.......................

BMSMerckMSDPfizerRocheTakeda Oncology