terça, 30 janeiro 2018 14:59

O papel da biópsia líquida e do fármaco biológico anti-EGFR no cancro colorretal

A Merck, empresa farmacêutica mais antiga do mundo e que comemora 350 anos, organizou, no dia 27 de Janeiro, o 11.º Simpósio Nacional EGFR, dedicado ao cancro colorretal e às inovações de diagnóstico, prognóstico, monitorização e tratamento.

O 11.º Simpósio Nacional EGFR contou com a participação de um painel de excelência, composto por experts na área da investigação científica e clínica do cancro colorretal, dos quais se destacam os Prof. Doutores Alberto Bardelli (Itália), Dan Aderka (Israel), Dominik Modest (Alemanha) e Jesus Garcia-Foncillas (Espanha).

A determinação da terapêutica mais adequada no tratamento do cancro colorretal depende das características tumorais e baseia-se na análise de marcadores como por exemplo o RAS. O papel da biópsia líquida no diagnóstico e monitorização dos cancros sólidos, com foco no cancro colorretal foi extensamente discutido. A biópsia líquida consiste na análise de ADN ou outros componentes tumorais presentes no sangue para a deteção de mutações genéticas. Entre as vantagens desta técnica destacam-se ser menos invasiva, mais simples e rápida na obtenção dos resultados do que a biópsia de tecido tumoral e permitir a monitorização da doença residual mínima (até à data exclusiva às neoplasias hematológicas). A monitorização permite acompanhar a evolução tumoral e antecipar o reajuste da terapêutica, quando necessário. A taxa de concordância entre os resultados da biópsia líquida e da biópsia de tecidos é superior a 90%.

A apresentação de estudos clínicos que compararam a eficácia de vários fármacos biológicos, para diferentes moléculas alvo, no tratamento do cancro colorretal, demonstrou que o cetuximab (anticorpo monocolonal anti-EGFR) juntamente com a quimioterapia é a primeira linha terapêutica com a mais forte evidência para doentes metastáticos RAS wild type. No simpósio foram igualmente apresentados dois casos clínicos, com discussão aberta à audiência, de modo a proporcionar a troca de experiências e de argumentos com o objetivo de se determinar a estratégia terapêutica que permite o melhor outcome para o doente, de acordo com as especificidades da sua doença e do seu historial clínico.

 

 

Galeria de Imagens

PUB

Planning

Onco Planning

Newsletter

Receba a nossa newsletter.

APOIOS:
.......................

astellasBMSMerckMSDPfizerRoche