Pessoas & Serviços

O Dr. José Sanches de Magalhães, médico urologista especializado em patologia oncológica e fundador do Instituto de Terapia Focal da Próstata, no Porto, tem vindo a defender uma abordagem inovadora para o diagnóstico do cancro da próstata: as imagens de ressonância magnética.

A Amgen e a Allergan anunciaram que o Comité de Medicamentos para Uso Humano (CHMP) da Agência Europeia de Medicamentos (EMA) emitiu um parecer positivo para autorização de introdução no mercado do biossimilar trastuzumab. Este biossimilar foi recomendado para aprovação para os mesmos três tipos de cancro que o trastuzumab na União Europeia (UE), incluindo o cancro da mama metastático HER2-positivo, cancro da mama HER2-positivo em estadio precoce e adenocarcinoma metastizado do estômago ou da junção gastroesofágica HER-2 positivo. 

O setor de seguros tem um nicho de mercado para explorar no campo da genómica e big data. Quem o defende é a OncoDNA, companhia especializada em Oncologia de Precisão para o tratamento do cancro. Para a empresa, estas ferramentas, muito úteis para a terapêutica e diagnóstico do cancro, estão a penetrar principalmente no campo da saúde privada graças aos bons resultados que estão a oferecer aos doentes com cancro, sendo graças a elas que é muito mais fácil encontrar a raiz de um tumor e o tratamento mais adequado para cada doente, melhorando o seu prognóstico.

Nos dias 9 e 10 de março decorreu a reunião do grupo de cabeça e pescoço da European Organisation for Research and Treatment of Cancer (EORTC), na qual a Dr.ª Ana Castro tomou posse como membro da nova direção para o próximo triénio, como secretária. A presidente do Grupo de Estudos de Cancro de Cabeça e Pescoço (GECCP) é a única portuguesa, e também a especialista mais jovem, a ocupar um cargo semelhante.

A mortalidade associada ao cancro colorretal em Portugal tende a aumentar, enquanto noutros países já se conseguiu inverter essa tendência. “A mortalidade por cancro colorretal é cerca de seis vezes superior à mortalidade por acidentes de viação”, afirma o presidente da Sociedade Portuguesa de Gastrenterologia (SPG), citando dados de 2012 (mortes por cancro colorretal - 3495; mortes por acidentes de viação - 573).O Prof. Doutor Luís Tomé lembra ainda que a mortalidade associada a estes acidentes diminuiu de 2012 para 2016, mas a mortalidade associada aos tumores do intestino grosso continua a crescer.

O Instituto Português de Oncologia de Lisboa Francisco Gentil (IPO Lisboa) anunciou o investimento de mais de nove milhões de euros em tecnologias médicas avançadas que permitem melhorar o diagnóstico e o tratamento em diferentes áreas da oncologia. O investimento tem o apoio do programa POR Lisboa 2020.

Pág. 1 de 7

PUB

Planning

Onco Planning

Newsletter

Receba a nossa newsletter.

APOIOS:
.......................

BMSMerckMSDPfizerRocheTakeda Oncology