segunda, 03 setembro 2018 15:33

Submetido pedido de autorização de introdução no mercado na Europa para larotrectinib para o tratamento do cancro devido a proteínas de fusão TRK

A Bayer anunciou recentemente que o pedido de autorização de introdução no mercado (AIM) relativamente ao larotrectinib foi submetido à Agência Europeia de Medicamentos (EMA). O larotrectinib foi desenvolvido para tratar doentes adultos e pediátricos com tumores sólidos localmente avançados ou metastáticos que expressem genes de fusão do recetor tirosina cinase neurotrófico (neurotrophic tyrosine receptor kinase - NTRK). As fusões de genes NTRK são alterações genómicas que resultam na produção não controlada de proteínas de fusão do recetor tropomiosina cinase (tropomyosin receptor kinase - TRK) que originam o crescimento de tumores.

O larotrectinib é um inibidor do TRK altamente seletivo, direcionado às proteínas de fusão do TRK que “alimentam” o cancro, independentemente do local onde se originou inicialmente o tumor. A Bayer e a Loxo Oncology, uma empresa biofarmacêutica com sede em Stamford, Connecticut (EUA), estão a desenvolver o larotrectinib em conjunto. Em maio de 2018, o larotrectinib recebeu uma Revisão Prioritária por parte da Food and Drug Administration nos EUA para o tratamento de doentes adultos e pediátricos com tumores sólidos localmente avançados ou metastáticos que contêm genes de fusão NTRK.

“O larotrectinib demonstrou respostas clínicas empolgantes em doentes com cancro devido a proteínas de fusão do TRK, do Departamento de Oncologia do Rigshospitalet, Copenhaga. “O pedido de autorização às entidades reguladoras do larotrectinib na Europa coloca-nos mais perto de podermos fornecer uma opção de tratamento direcionado a estes doentes para os quais atualmente não existe terapêutica aprovada”.

“A potencial autorização do larotrectinib assinala uma mudança de paradigma na forma como tratamos o cancro, direcionando o tratamento à alteração genómica que está a provocar o crescimento do cancro em vez de direcioná-lo ao local onde o cancro tem origem”, afirma o Dr. Scott Fields, vice-presidente sénior e diretor do Departamento de Oncologia da Divisão Pharmaceuticals da Bayer. “O pedido de Autorização de Introdução no Mercado relativamente ao larotrectinib coloca-nos um passo mais perto de podermos oferecer uma opção de tratamento muito necessária aos doentes com cancro devido a proteínas de fusão do TRK na Europa”.

PUB

Planning

Onco Planning

Newsletter

Receba a nossa newsletter.

APOIOS:
.......................

BMSMerckMSDPfizerRocheTakeda Oncology