• O tromboembolismo venoso (TEV), entidade que engloba a trombose venosa profunda (TVP) e a embolia pulmonar (EP) constitui uma das três principais causas de morte cardiovascular no mundo. Trata-se, genericamente, de uma situação clínica provocada pela formação de coágulos no sistema venoso (habitualmente dos membros inferiores) que provocam a sua obstrução (TVP) e, em cerca de 25-50% dos casos, a sua posterior fragmentação e progressão (embolização) para o sistema arterial pulmonar (EP).

  • Dentro das opções terapêuticas atualmente disponíveis para os doentes com cancro do pulmão de não pequenas células (CPNPC) com translocação ALK+, o fármaco alectinib tem-se destacado, “demostrado uma sobrevivência livre de progressão de 25 meses”. Quem o afirma é a Dr.ª Ana Barroso, coordenadora da Unidade Multidisciplinar de Tumores Torácicos do Centro Hospitalar de Vila Nova de Gaia/Espinho (CHVNG/E), em entrevista ao My Oncologia a propósito de um simpósio promovido pela Roche no Congresso da ESMO 2017. Assista ao vídeo.

  • Um dos desafios e assuntos pendentes da Oncologia em Portugal é a incorporação da gestão da big data. Existem empresas que já o exploram, mas o setor da saúde ainda não adotou completamente esta onda, contudo existe uma grande quantidade de dados por parte da clínicas e dos hospitais e que não se tira partido em benefício último do doente.

PUB

Newsletter

Receba a nossa newsletter.

APOIOS:
.......................

astellasBMSMerckMSDPfizerRoche